1 de dez de 2010

Encontrar-me

Às vezes parece que perdemos o caminho, e ficamos à deriva
Você se olha no espelho e é como se ele refletisse uma estranha
Você não se reconhece, e a sensação é horrível. Sensação essa que é de perda, de desalento, de solidão
Você procura saber o momento em que você se perdeu de você mesma e não encontra
Você procura saber as razões e quando as encontra, não se convence com a resposta
É insuportável o sentimento de vazio que te assola, mas você continua a querer respostas
A busca dessas respostas é um tentativa de você resgatar a firmeza do chão sob seus pés até mesmo por uma questão de sobrevivência emocional.
Quando nos perdemos de nós mesmos, a confusão mental se instala, e o caminho de volta deve ser encontrado logo, bem rápido, pois só assim será possível recuperar sua saúde mental, e pegar as rédeas de sua existência. Sabemos que a memória do ser humano é imediatista, e por mais que você se esforce em sempre fazer o correto, basta um deslize seu para que uma muralha se erga,e só seja visto, lembrado o momento atual, em detrimento de toda uma vida em linha reta.
Por isso, você precisa seguir a linha que te direciona ao encontro de você mesma. Mire-a, mantenha-a sob seus olhos vigilantes, sempre, e a qualquer custo, pois essa é a única forma de evitar que você se perca de si mesma.

3 comentários:

  1. Vibrando com seu texto!
    Vamos divulgar ..
    Belo!
    Escolha de palavras tudoooooooooo de bom!

    ResponderExcluir
  2. Quando um homem não encontra a sí mesmo, não encontra a nada!


    Conhecer a si mesmo, seguir um caminho e fazer escolhas seguras é de grande sabedoria.

    ResponderExcluir
  3. ...é natural do ser humano em evolução,[e tds nós estamos em evolução]uma hora ou outra, perder-se de si mesmo, o reencontro consigo mesmo eu comparo a um orgasmo múltiplo!...belo texto

    ResponderExcluir